Skip to main content

Jornal Brasil de Fato conversa com Dani Ribas sobre efeito da PEC 55 na Cultura. Matéria saiu no Portal e na edição impressa de Minas Gerais

 

Os efeitos da PEC 55 (antiga PEC 241) na Cultura ainda preocupam.

 

Mais uma vez Dani Ribas, Diretora da Sonar Cultural, é procurada para falar sobre a questão. A última vez que falou sobre o assunto foi para a TVT no final de outubro.

 

Em conversa com Pedro Rafael Vilela, da redação do Brasil de Fato Minas Gerais, Dani retomou os argumentos já desenvolvidos anteriormente e acrescentou:

 

Agora, a cultura passou a ser vista como gasto e não como vetor do desenvolvimento humano e econômico

 

Em outro momento da conversa, Dani Ribas relaciona os cortes orçamentários aos direitos culturais conquistados nas últimas décadas:

 

Os direitos culturais deixam de ser percebidos pela população e o paradigma de cultura será o de megaeventos. A tônica da democratização do acesso à cultura dará lugar a políticas desarticuladas da ideia de desenvolvimento humano e de valorização da diversidade, questões que tem pouco lugar no mercado de entretenimento”.

 

Leia a matéria completa aqui.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *