Skip to main content

Confira alguns dos debates da SIM SP 2016

(Foto: Eduardo Luderer)

 

 

A SIM SP 2016 trouxe 42 debates, 10 workshops, além de rodadas de negócios, festas e muitos shows. Dentre eles destacamos aqueles que tiveram participação da Diretora da Sonar Cultural, Dani Ribas:

 

 

Keynote de Abertura: Carta ao Prefeito: todos pelo Projeto de Lei “SP Cidade da Música”

SIM SP 2016 (7)_Cred Eduardo Luderer

(Foto: Eduardo Luderer)

Abrindo os trabalhos de 2016, a SIM São Paulo reúne o setor musical para apresentar uma carta endereçada ao novo prefeito sobre o Projeto de Lei SP Cidade da Música (no. 376/2016), em tramitação na Câmara Municipal. O projeto pode tornar São Paulo a primeira cidade no Brasil a ter uma lei específica para o segmento. Com o potencial criativo e econômico da cidade, a lei, que foi escrita com a ajuda de representantes do mercado musical, deve se tornar a maior ação de políticas públicas já desenvolvida para o segmento se aprovada, e poderá mudar significativamente o cenário paulistano nos próximos anos, além de projetá-lo internacionalmente. A SIM apoia o PL SP Cidade da Música e convoca a todos para esse encontro que irá discuti-lo e trazer atualizações sobre o andamento da tramitação na Câmara.


Com Pena Schmidt (CCSP), Fabiana Batistela (SIM São Paulo), Inti Queiroz (Festival PIB), Yves Finzetto (Clube do Choro), Ricardo Rodrigues (Let’s Gig), Maurício Bussab (Tratore). Mediação: Dani Ribas.

 

Políticas públicas regionais para música no Brasil: Ceará e o Distrito Federal

SIM SP 2016 (3)_Cred Jose de Holanda

(Foto: José de Holanda)

Apresentação de duas das Leis Estaduais de Incentivo à Cultura mais atuantes no Brasil, a do Ceará e a do Distrito Federal. Seus programas de apoio a projetos e músicos locais, a política de intercâmbio e exportação de música brasileira, além das ações promovidas na capital e no interior dos estados.


Com João Wilson Damasceno (Dragão do Mar/CE) e Daniela Diniz Tavares (Subsecretaria de Politicas de Desenvolvimento e Promoção Cultural/DF). Mediação: Dani Ribas

 

 

Prepare-se para se conectar com a Argentina em 2017

SIM SP 2016 (11)_Cred Rustica Produções

(Foto: Rústica Produções)

Representantes da Subsecretaria de Indústrias Criativas do Ministério da Cultura da Argentina, Paula Rivera e Mora Scillama nos contam como nossos vizinhos tratam a pauta cultural em seu país. As políticas de desenvolvimento de mercado, de apoio à produção local, de exportação de música e os planos do Ministério para que Brasil e Argentina se encontrem mais em 2017. Com 13 anos de experiência como produtora focada no intercâmbio de artistas de diferentes países, especialmente o Brasil, Paula também nos dá um panorama geral sobre o mercado privado argentino, da grande indústria musical ao efervescente cenário independente, acompanhada por Ana Poluyan, presidente da nova ACMA, a Associação Civil de Managers (empresários) da música na Argentina.


Com om Mora Scillama (Subsecretaria de Economia Criativa/Argentina), Paula Rivera (Subsecretaria de Economia Criativa/Argentina), Ana Poluyan (ACMMA/Argetina). Mediação: Dani Ribas.

 

 

O Brasil e a América Latina: Desafios e Oportunidades de Trocas e Crescimento

SIM SP 2016 (4)_Cred Eduardo Luderer

(Foto: Eduardo Luderer)

O painel irá expor duas empresas internacionais com atuação na América Latina. Sob a ótica da grande experiência que a Altafonte Network (maior agregadora de música em português e espanhol do mundo) adquiriu no mercado, serão expostos números do mercado digital brasileiro em comparação com o mercado latino-americano em geral e investigadas algumas grandes oportunidades de exportação e importação da música brasileira e latina para o crescimento conjunto do mercado nesses países. Adel Hattem da D Music Marketing, sediada em Miami, acrescenta sua experiênciade de trabalho com promoção de artistas não-latinos (entre eles, a artista Allie X do Canadá) em terras sul-americanas.


Com Nando Luaces (CEO Altafonte Network/Espanha) e Adel Hattem (D Music Marketing/EUA). Mediação: Dani Ribas.

 

 

Economia da Música: da agenda à “Agência”

SIM SP 2016 (12)_Cred Eduardo Luderer

(Foto: Eduardo Luderer)

O Programa de Economia da Música (PEM) do Governo Federal apontou a importância da implantação de uma entidade voltada à gestão de políticas para a música. O debate, portanto, irá provocar a reflexão sobre as ações, funções, formatos e modelos de gestão de uma entidade pública capaz de promover a agenda proposta pelo PEM, incluindo políticas de financiamento, formação, regulação e inovação.


Com Gustavo Vidigal (Mestre em Gestão de Instituições e Empresas Culturais (Univ. Barcelona) e ex-Diretor de Empreendedorismo, Gestão e Inovação da SPC-MinC) e Thalles Siqueira (Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental do Ministério do Planejamento desde 2004. Mestre em Ciência Política pela UnB, em exercício no Ministério da Cultura desde 2007 na área de economia da cultura). Mediação: Dani Ribas.

 

 

 

 

SIM SP 2016 (1)_Cred Jose de Holanda

(Foto: José de Holanda)

SIM SP 2016 (5)_Cred Eduardo Luderer

(Foto: Eduardo Luderer)

SIM SP 2016 (13)_Cred Eduardo Luderer

(Foto: Eduardo Luderer)

 

 

Confira os principais destaques do Conference SIM SP 2016 aqui e aqui.

Confira a cobertura fotográfica da SIM SP 2016 aqui.

 

Abaixo a Playlist com a íntegra de todas as palestras da SIM SP 2016:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *